Mattia Villardita visita crianças internadas, em fato de super-herói

Cidade do Vaticano, 23 jun 2021 (Ecclesia) – O Papa encontrou-se hoje com o jovem italiano Mattia Villardita, vestido de “homem-aranha”, da mesma forma que visita crianças internadas em serviços pediátricos.

O voluntário participou na audiência geral que decorreu no Pátio de São Dâmaso do Palácio Apostólico, com o fato de super-herói, e ofereceu a sua máscara a Francisco.

“Os verdadeiros super-heróis são as crianças que sofrem e as suas famílias, que lutam com tanta esperança”, disse, entrevistado pelo jornal do Vaticano, ‘L’Osservatore Romano’.

Mattia Villardita, de 28 anos, visita crianças nas alas pediátricas do Hospital Agostino Gemelli, propriedade da Santa Sé, e na sua próxima iniciativa vai levar a banda musical da Polícia Italiana, por iniciativa da Inspetoria de Segurança Pública do Vaticano.

“Visto-me de homem-aranha para levar um sorriso às crianças que estão no hospital. Faço isso porque tenho uma doença congénita: durante 19 anos, entrava e saia do Hospital Gaslini, em Génova, e teria gostado muito, quando lá estive, sozinho, na minha cama, de ver o homem-aranha entrar pela janela do meu quarto”, relatou.

O voluntário criou a associação ‘Super-herói nos Hospitais’.

“Somos um grupo de jovens envolvidos no trabalho voluntário que, vestidos de ‘heróis’, levam momentos de distração às alas pediátricas dos hospitais”, explicou.

No confinamento, durante a pandemia, Mattia Villardita fez 1400 videochamadas, para acompanhar as crianças e suas famílias.

OC

Partilhar:
Share