Francisco enviou mensagem ao segundo Congresso Católico Pan-africano de Teologia, Sociedade e Vida Pastoral, que decorre no Quénia

Cidade do Vaticano, 19 jul 2022 (Ecclesia) – O Papa Francisco enviou hoje uma mensagem ao segundo Congresso Católico Pan-africano de Teologia, Sociedade e Vida Pastoral, no Quénia, desejando que transformem “em realidade os sonhos africanos” e que “nasça” a criação africana que “surpreende a todos”.

“Que uma teologia sapiencial, como vocês propõem, seja a boa nova da misericórdia para os pobres e alimente as pessoas e as comunidades em sua luta pela vida, pela paz e pela esperança”, disse na mensagem em vídeo divulgada hoje pela Sala de Imprensa da Santa Sé

Para Francisco, a “sabedoria dos ancestrais africanos” lembra, para este “importante encontro”, que “as montanhas nunca se encontram, mas as pessoas sim”.

“Sigam em frente. Juntos. Acompanhando-nos, ajudando-nos e crescendo juntos”, acrescentou o Papa.

“Reunir-se para discernir o que Deus nos diz hoje, não apenas para responder às necessidades que certamente são um desafio, mas também para transformar em realidade os sonhos africanos (sonhos sociais, culturais, ecológicos e eclesiais) que são um sinal de uma Igreja africana em saída”, desenvolveu.

O II Congresso Católico Pan-africano de Teologia, Sociedade e Vida Pastoral começou esta terça-feira, em Nairobi, no Quénia, na Universidade Católica da África Oriental.

“Que saiam desse congresso os caminhos de que a Igreja precisa: Caminhos de conversão missionária, ecológica, de paz, de reconciliação e transformação do mundo inteiro”, concluiu.

Esta iniciativa que reúne mais de 80 líderes religiosos e estudiosos dos cinco continentes, é promovido pela Rede Católica Pan-africana de Teologia e Pastoral, até sábado, dia 23 de julho.

“É um sinal de esperança de que teólogos, leigos, sacerdotes, religiosos, religiosas e bispos tenham tomado a iniciativa de caminhar juntos”, salientou o Papa.

Francisco recordou que nas suas viagens ao continente africano sempre se impressionou “com a fé e a resiliência desses povos”.

“Como comentei na minha viagem à República Centro-Africana, em 2015, a ‘África sempre nos surpreende’. Façam emergir o melhor de vocês nesta reflexão para que seja surpresa, para que nasça essa criação africana que nos surpreende a todos”, acrescentou o Papa, na mensagem divulgada hoje.

‘Caminhar juntos para uma Igreja vital em África e no mundo’ é o tema do Congresso Católico Pan-africano e ao longo destes dias os participantes vão refletir sobre temas como sinodalidade, mulher, crianças e uma Igreja vital.

CB

Partilhar:
Share