Aveiro, 09 ago 2017 (Ecclesia) – O Papa Francisco enviou uma carta de agradecimento à Paróquia de Oiã pelo terço que recebeu dos lobitos do Agrupamento 1143, do Corpo Nacional de Escutas, e concede também a Bênção Apostólica.

“Obrigado por vos associardes a mim nesta peregrinação vivida na esperança e na paz”, lê-se na carta assinada pelo assessor, monsenhor Paolo Borgia.

Na carta dada a conhecer à Agência ECCLESIA pelo pároco de Oiã, na Diocese de Aveiro, o Papa Francisco assegura ter “no coração todos” quantos estão “unidos” a si, em qualquer parte do mundo”.

“Sinto que Jesus vos confiou a mim e, a todos, abraço e confio a Jesus”, acrescenta na carta com data de 22 de julho.

O assessor do pontífice argentino, monsenhor Paolo Borgia, escreve ainda que o Papa concede Bênção Apostólica e confiou à Virgem Mãe o pároco de Oiã, os paroquianos, os lobitos e os seus chefes.

O terço foi feito e rezado “com carinho” pelos lobitos do Agrupamento 1143 da Paróquia de Oiã, na Diocese de Aveiro, que o enviaram para o Papa Francisco a 29 de abril, antes da sua visita ao Santuário de Fátima.

“Fizemo-lo em Fátima onde aprendemos mais sobre Maria e os três pastorinhos”, lê-se na carta enviada pelos escuteiros que explicam que o terço foi “rezado por várias famílias” da alcateia “pela paz no mundo”.

Os lobitos que gostariam que Francisco rezasse pelo terço que fizeram, manifestaram “muita esperança” que o Papa sinta “uma grande alegria”.

CB

Partilhar:
Share