Francisco lamenta «momento difícil» provocado pelos fogos

Foto: Lusa/EPA

Cidade do Vaticano, 08 jan 2020 (Ecclesia) – O Papa manifestou hoje a sua solidariedade ao povo da Austrália, lamentando o “momento difícil” provocado pelos fogos que atingem o país.

“Entre vós há um grupo da Austrália e eu gostaria pedir a todos que rezem ao Senhor, para que ajude o seu povo, neste momento difícil, com o fogo tão forte”, declarou, de improviso, no final da audiência pública semanal que decorreu no auditório Paulo VI, no Vaticano.

“Estou próximo do povo da Austrália”, acrescentou Francisco, a respeito dos incêndios que já provocaram a morte de 25 pessoas, a destruição de cerca de 13 milhões de hectares e de mais de 2 mil casas, além de terem matado milhões de animais.

D. Mark Coleridge, presidente da Conferência Episcopal Australiana, fala numa “catástrofe sem precedentes”, saudando os esforços dos bombeiros e a e resistência das comunidades diante da “força devastadora da natureza”.

“Precisamos mais do que palavras, precisamos de ações concretas”, apelou o responsável católico.

Os bispos preparam “uma resposta nacional de toda a Igreja”, para coordenar o que está a ser feito a nível local na preparação de refeições, limpeza de propriedades, reconstrução de comunidades e apoio às vítimas, incluindo o cuidado pastoral.

As comunidades católicas vão promover uma recolha solidária de fundos nas Missas do Dia da Austrália (26 de janeiro).

OC

Partilhar:
Share