Cidade do Vaticano, 07 fev 2020 (Ecclesia) – O Papa manifestou hoje o seu apreço pela reflexão sobre aa educação, apelando a “uma aliança” que ajude a “formar pessoas maduras, capazes de reconstruir o tecido relacional e criar uma humanidade mais fraterna”.

Francisco recebeu em audiência os participantes do congresso “Educação: O Pacto Global”, promovido pela Pontifícia Academia das Ciências Sociais, tendo em vista o encontro mundial “Reconstruir o Pacto Educativo Global”, marcado para 14 de maio, no Vaticano.

Segundo o Papa, “a educação básica é hoje um ideal normativo no mundo inteiro”.

“Qualquer geração deveria pensar em como transmitir os seus saberes e valores à geração futura, pois é através da educação que o ser humano alcança o seu potencial máximo e se torna um ser consciente, livre e responsável”, referiu, numa intervenção divulgada pelo portal ‘Vatican News’.

Francisco lamentou o fim do “pacto educativo” existente entre “família, escola, pátria e mundo, cultura e culturas”.

“Hoje, somos chamados a renovar e unir o esforço de todos para a educação a fim de refazer um novo pacto educativo, pois somente assim será possível mudar a educação”, apontou.

OC

Partilhar:
Share