Francisco pede aposta no diálogo para superar conflito que dura há cerca de um ano

Cidade do Vaticano, 07 nov 2021 (Ecclesia) – O Papa alertou hoje para a crise que se vive na região do Corno de África e em particular na Etiópia, apelando ao diálogo para superar o clima de violência.

“Convido todos à oração por estas populações tão duramente provadas e renovo o meu apelo para que prevaleçam a concórdia fraterna e a via pacífica do diálogo”, referiu Francisco, desde a janela do apartamento pontifício, após a recitação da oração do ângelus.

A intervenção começou por evocar a população etíope, “atingida por um conflito que se prolonga há mais de um ano, que causou numerosas vítimas e uma grave crise humanitária”.

Um relatório produzido em conjunto pela Organização das Nações Unidas (ONU) e a Comissão dos Direitos Humanos da Etiópia denuncia massacres, torturas e violência sexual, durante este conflito.

A 3 de novembro de 2020, o primeiro-ministro e Prémio Nobel da Paz, Abiy Ahmed, desencadeou uma ofensiva contra as autoridades dissidentes da região montanhosa do Tigré.

Francisco recordou ainda, no Vaticano, as vítimas do incêndio, seguido de uma explosão de combustível, nas periferias da capital da Serra Leoa, rezando por todos os mortos e feridos.

OC

Partilhar:
Share