Problema no joelho impossibilita a deslocação

Foto: Cáritas do Sudão do Sul

Cidade do Vaticano, 10 jun 2022 (Ecclesia) – A Santa Sé anunciou esta sexta-feira que a viagem do Papa à República Democrática do Congo e no Sudão do Sul vai ter nova data.

“Aceitando o conselho dos médicos e para não anular os resultados das terapias do joelho ainda em andamento, o Papa Francisco é obrigado a adiar a Viagem Apostólica na República Democrática do Congo e no Sudão do Sul agendada para 2 a 7 de julho, em nova data a ser definida”, refere a nota publicada pela Santa Sé.

O Sudão do Sul, com uma população maioritariamente cristã, obteve a sua independência ao separar-se do Norte árabe e muçulmano em 2011, mas no final de 2013 mergulhou num conflito civil.

As províncias do leste da RDC, em particular o Kivu do Norte e a vizinha Ituri, “vivem há décadas em estado de insegurança permanente devido à presença de vários grupos armados”, refere o portal de notícias do Vaticano.

Em dezembro de 2019, o Papa presidiu a uma Eucaristia em rito congolês, no Vaticano.

SN

Partilhar:
Share