O imputado é acusado de “vários episódios de extorsão, peculato, estelionato e auto-reciclagem”

DR – Palácio do Tribunal e da Gendarmaria no Vaticano

Cidade do Vaticano, 06 Jun 2020 (ECCLESIA) – O corretor Gianluigi Torzi foi detido, na tarde desta sexta-feira, no Vaticano, devido a uma investigação sobre um imóvel na cidade de Londres (Inglaterra).

O corretor que foi intermediário para que esse imóvel de Londres voltasse à Secretaria de Estado recebeu o “mandato de prisão” no fim do interrogatório do Promotor de Justiça, Gian Piero Milano, lê-se no site VaticanNews.

A medida assinada pelo promotor de justiça e pelo seu adjunto Alessandro Diddi “foi tomada em relação aos conhecidos episódios pertinentes à negociação do imóvel londrino de Sloane Avenue, que envolveu uma rede de sociedades em que estavam presentes alguns funcionários da Secretaria de Estado”, refere o comunicado.

“O imputado é acusado de vários episódios de extorsão, peculato, estelionato e auto-reciclagem, delitos para os quais a lei vaticana prevê penas de até doze anos de reclusão.”

Gianluigi Torzi encontra-se agora detido nas instalações reservadas para esse fim junto à caserna do Corpo da Gendarmaria.

LFS

Partilhar:
Share