D. José Bettencourt, núncio apostólico na Geórgia e Arménia, fala do seu percurso ao serviço da diplomacia da Santa Sé, no qual procura evitar uma visão fria, institucional, promovendo o contacto pessoal. “Ser uma ponte, um ponto de encontro” é o seu objetivo.

Partilhar:
Share