Ucrânia: Responsáveis cristãos condenam ataques russos contra Kiev

Mísseis atingiram hospital infantil

Foto: Presidência da Ucrânia

Kiev, 08 jul 2024 (Ecclesia) – Responsáveis das Igrejas cristãs na Ucrânia condenaram hoje os ataques russos que atingiram Kiev e outras localidades do país, incluindo um hospital pediátrico na capital, com mais de 20 mortes confirmadas, até ao momento.

O bispo da diocese latina de Kiev-Zhytomyr, D. Vitaliy Kryvytskyi, que estava na capital no momento do ataque com mísseis, referiu ao serviço de informação religiosa da Ucrânia que é necessária uma reação internacional.

“A Ucrânia foi, mais uma vez, atacada por um Estado que é justamente chamado de terrorista. Se olharmos através de um prisma político, é surpreendente que o mundo esteja habituado às ações dos terroristas e hoje reaja de forma muito contida e principalmente com palavras, e muito pouco com ações, ações concretas”, lamenta o responsável católico.

O bispo apelou à oração de todos por “uma paz justa para a Ucrânia”.

O ataque contra o hospital de Okhmatdyt, o maior centro hospitalar pediátrico da Ucrânia, foi confirmado pelo presidente do país, Volodymyr Zelensky.

“Okhmatdyt tem salvado a vida e devolvido a saúde a milhares de crianças. Agora que foi danificado por um ataque russo, há pessoas nos escombros e o número exato de vítimas não é conhecido”, indicou, através das redes sociais.

Já o líder da Igreja Ortodoxa da Ucrânia, o metropolita Epifânio, condenou os crimes e a “loucura” da guerra, referindo que a Rússia tem “cúmplices”.

“Abençoo todos que lutam contra o mal e ficam ao lado do bem”, indicou, numa reação divulgada após as várias explosões ouvidas esta segunda-feira, no centro de Kiev.

OC

Partilhar:
plugins premium WordPress
Scroll to Top