Padre João Vergamota fala em disciplina «ao serviço da Igreja, ao serviço da sociedade»

Lisboa, 16 jun 2021 (Ecclesia) – O Instituto Superior de Direito Canónico (ISDC), da Universidade Católica Portuguesa (UCP), abriu hoje as inscrições para a sua Licenciatura Canónica, procurando atrair estudantes de diversas áreas para um serviço específico à Igreja e à sociedade.

“O Direito Canónico cada vez é compreendido por aquilo que é, um serviço pastoral à Igreja”, começou por destacar o diretor do ISDC à Agência ECCLESIA.

O padre João Vergamota referiu o Direito Canónico trabalha para “procurar a justiça”, a fim de que na Igreja e na sociedade se viva a “virtude da justiça”, que todos desejam.

“O Santo Padre tem dito várias vezes, em vários discursos, que o Direito Canónico está ao serviço da Igreja, ao serviço da sociedade, e é um bem pastoral porque visa o bem das pessoas, o bem da sociedade”, acrescentou o sacerdote.

O diretor Instituto Superior de Direito Canónico da UCP assinala que a instituição tem “uma grande procura de juristas”, de pessoas formadas em Direito Civil, e que, cada vez mais, “se interessam e poderão vir estudar Direito Canónico”.

Neste contexto, explica que precisam apenas de fazer algumas disciplinas do primeiro ciclo de formação em Teologia e Filosofia.

“É bom que muitos juristas leigos católicos queiram colaborar com a Igreja, possam colaborar também nesta área do direito canónico juntando esta mais-valia de serem formados em Direito Civil e formados depois em direito canónico”, acrescenta.

O padre João Vergamota contextualiza que os formados no ISDC ficam habilitados a “servir a Igreja naqueles ofícios em que o Direito Canónico é fundamental”.

“Principalmente ligados aos tribunais ou à Cúria, mas pode ser útil para organizar a vida das congregações, dos institutos religiosos, das próprias paróquias”, salientou.

O Instituto Superior de Direito Canónico, da Universidade Católica Portuguesa, abriu hoje as inscrições para a Licenciatura Canónica, para o ciclo de estudos 2021/2024, que decorrem até 13 de agosto.

O padre José Mário, da Diocese de Mindelo (Cabo Verde), é um dos alunos do ISDC e assinala que na sua diocese na diocese não existia “nenhum canonista”, pelo que aceitou o pedido do seu bispo para estudar Direito Canónico.

“A Diocese de Mindelo é relativamente nova, foi criada em finais de 2003 e começou a funcionar em fevereiro de 2004, então ainda tem pouco pessoal. O bispo precisa não só de mais sacerdotes mas também qualificados para colaborar na missão”, desenvolveu, em entrevista emitida hoje no Programa ECCLESIA (RTP2).

O sacerdote cabo-verdiano adianta que com a sua formação vai ser mais um elemento na Diocese de Mindelo a “colaborar na estruturação” desta Igreja local e a responder a “desafios em diversos setores”, nomeadamente no matrimónio, onde já têm “pedidos de declaração de nulidade e o bispo sem um canonista fica de mãos atadas”.

O Instituto Superior de Direito Canónico tem disponíveis as informações para as inscrições na Licenciatura Canónica 2021/2024 no seu sítio online.

HM/CB/OC

Partilhar:
Share