Governo local já decretou estado de «calamidade nacional»

Foto: Vatican News

Cidade do Vaticano, 25 out 2018 (Ecclesia) – O Papa lamentou hoje a tragédia que atingiu Trinidad e Tobago, onde um terramoto de 6.9 na escala de Richter e várias inundações provocaram um número ainda indeterminado de mortos e um elevado número de estragos materiais.

Numa carta remetida através da Secretaria de Estado do Vaticano, Francisco “expressa a sua solidariedade a todas as pessoas atingidas por estas catástrofes naturais” e “encoraja as autoridades civis e equipas de emergência” no trabalho que estão a realizar, de apoio às populações.

O mau tempo que tem afetado a nação caribenha já levou o governo local a decretar estado de “calamidade nacional”.

Muitos habitantes, sobretudo nas regiões de Saint Helene / Kelly e Sangre Grande, ficaram desalojados devido à chuva forte e persistente que tem fustigado o território.

Várias pessoas “tiveram que subir aos telhados das casas para não serem arrastadas pelas águas”, realça o portal Vatican News.

No meio deste contexto difícil, a Igreja Católica no país tem apelado às suas comunidades para que doem água e alimentos para responder às necessidades das paróquias que tem estado a acolher pessoas desalojadas.

Partilhar:
Share