Lisboa, 03 jul 2014 (Ecclesia) – A revista internacional católica «Communio» procura responder à pergunta “como propor a fá cristã”, através de nove artigos e dois estudos, no primeiro número de 2014.

“Num tempo de globalização, com o seu perigo de reducionismo mas também enquanto oportunidade de encontro de culturas e mundividências, como propor a fé crista?”, é a questão central da nova edição.

A resposta passa por “várias competências”, mais concretamente nove autores sobre o tema de capa, e ainda duas perspetivas.

Marie-Françoise Baslez, professora de História Antiga na Universidade Paris-Sorbonne, escreve sobre a “apologética ou o paradoxo cristão” nos três primeiros séculos do cristianismo e “descobre como a apologia foi singularmente marcada por um contexto de condenações e perseguições”, explicam Alfredo Teixeira e Juan Ambrosio na apresentação da revista.

O professor auxiliar na Faculdade de Teologia da UCP do Porto, José Carlos Carvalho, apresenta o tem bíblico “Ler o Apocalipse hoje. Um cristianismo de resistência?” que “não é sinónimo imediato de confronto ou recusa”.

Na área da filosofia a «Communio» tem o contributo de Vicent Carraud e Christoph Bourgeois onde apresentam respetivamente os artigos “Apologética inactual, apologética actual” e “O testemunho verídico”.

Já no âmbito da teológica-pastoral, o pároco de Santa Isabel em Lisboa, o padre José Manuel Pereira de Almeida, escreve sobre “O apelo da fé nos lugares de vulnerabilidade”.

Depois, a edição referente ao primeiro trimestre de 2014, ainda em resposta ao tema de capa apresenta casos concretos como “Vozes nas margens da história – as canções dos escravos nos Estados Unidos da América”, o “Testemunho cristão em terras do Islão. Ecos das Igrejas da Argélia e Mauritânia” e ainda o “Despertar da fé no jardim-de-infância. O Tesouro de Jesus” que são analisados em três artigos escritos por Mário Avelar, Marc Botzung e José Pedro Costa.

O teólogo e professor universitário Juan Ambrósio faz a recensão do livro “Um Deus desejável”, de André Fossion e explica que “o anúncio do Evangelho deve ser feito a partir daquilo que pode ser experimentado como razoável, salutar e desejável”.

Na secção “Perspectivas” são apresentados dois estudos, um estudo de Aida Carvalho sobre a história da “Irmandade de Nossa Senhora dos Remédios”, em Lamego, e “O canto da Natividade. A mística do sul” do antropólogo Alfredo Teixeira, professor da Universidade Católica Portuguesa.

A revista internacional católica «Communio» prevê a apresentação de mais três temas em 2014: “Saúde e questões sociais”; “Unidade da Igreja” e “Literatura e espiritualidade”.

CB

Partilhar:
Share