Conclusão do mestrado integrado de Pedro Miguel Mendes de Sousa, da Arquidiocese de Braga, vai ser publicado pela Paulus Editora

Lisboa, 29 nov 2019 (Ecclesia) – Pedro Miguel Mendes de Sousa venceu o Prémio Paulus de Edição 2019 com a obra “O sofrimento de Deus. Uma leitura sistemática a partir do Evangelho de João”, que resulta da investigação para mestrado integrado em Teologia.

De acordo com um comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA pela Paulus Editora, a obra “reflete acerca da plausibilidade da afirmação do sofrimento de Deus, seguindo atentamente o pensamento do teólogo francês François Varillon”.

Na introdução à obra, Pedro Miguel Mendes de Sousa refere-se à perplexidade que o fenómeno do sofrimento coloca nos “caminhos da história” e a necessidade de colocar o tema “no centro do debate teológico”.

“Este complexo e exigente problema recoloca, no centro do debate teológico, a reflexão acerca do sofrimento de Deus. Se o advento de Deus no evento do ser humano dá-se e diz-se na história, que a partir daí é história comum do ser humano e de Deus, qual o sentido do sofrimento dos inocentes que são expostos a essa experiência, desde o primeiro momento?”, refere o autor.

A investigação para mestrado integrado em Teologia foi orientada por João Alberto Sousa Correia, da Faculdade de Teologia do polo de Braga, da Universidade Católica Portuguesa, concluído em 2018.

Pedro Miguel Mendes de Sousa é diácono na Arquidiocese de Braga e realiza o estágio pastoral nas paróquias de São Martinho de Brufe e Santo Adrião, no arciprestado de Vila Nova de Famalicão.

O Prémio Paulus de Edição é uma iniciativa da Paulus Editora e tem como objetivo “promover a reflexão teológico-cristã em português, incentivar os estudantes no trabalho de pesquisa e lançar novos autores”.

A Paulus Editora acrescenta que o texto vencedor deste ano será publicado brevemente e distribuído por todas as livrarias nacionais.

PR

Partilhar:
Share