«Um momento enriquecedor de reflexão e diálogo sobre paz e reconciliação. Sobre valores que unem todos» – Ursula von der Leyen

Taizé, França, 22 ago 2022 (Ecclesia) – A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, chegou esta sexta-feira à comunidade monástica ecuménica de Taizé e hoje dá uma palestra pública sobre a atualidade da Europa, a partir das 17h30 locais (16h30 em Lisboa).

“A visita de Ursula von der Leyen é um gesto importante, que indica que as aspirações e compromissos da geração jovem são ouvidos e levados em conta por políticos e instituições. Nesse sentido, esta visita, nas graves crises do momento, será um sinal de esperança”, afirmou o prior de Taizé, o irmão Alois.

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, os monges informaram que a presidente da Comissão Europeia vai conhecer a comunidade ecuménica, uma “visita excecional” que marca o final do verão, e dialogar com os jovens presentes em Taizé, sobre a “atualidade europeia”, numa palestra pública.

“Um momento enriquecedor de reflexão e diálogo sobre paz e reconciliação. Sobre valores que unem todos. Também estou muito grata por este intercâmbio com a juventude de Taizé. É uma formidável fonte de inspiração”, escreveu Ursula von der Leyen na rede social Instagram, onde se manifestou “muito feliz por estar na comunidade de Taizé”.

No dia 21 de agosto, começou a semana de reflexão para jovens dos 18 aos 35 anos – estudantes, trabalhadores, voluntários ou à procura de emprego -, com um programa especial dedicado à “preservação da biodiversidade”, onde vários oradores vão animar ateliês, incluindo especialistas em várias áreas, cientistas, políticos.

“O nosso desejo como comunidade é que todos os jovens que vêm a Taizé possam sentir que a confiança em Deus ajuda-os a encontrar sentido nas suas vidas e a assumir responsabilidades quando regressam a casa”, salientou o irmão Alois.

Os encontros internacionais retomaram o seu curso em Taizé após dois anos marcados pela pandemia Covid-19 e, desde a Páscoa, mais de 20 mil jovens participaram semana após semana nas diversas atividades propostas pela comunidade ecuménica: Orações comunitárias, partilha em pequenos grupos, ateliês de reflexão, tarefas práticas.

O encontro europeu promovido no final de cada ano vai realiza-se em Rostock, no norte da Alemanha, no Mar Báltico, de 28 de dezembro a 1 de janeiro de 2023.

comunidade de Taizé, em França, a cerca de 360 quilómetros de Paris, congrega uma centena de monges, de várias Igrejas cristãs e de mais de 30 países, incluindo Portugal, o irmão David, unidos como “sinal de reconciliação entre os cristãos e os povos separados”.

Foi fundada a 20 de agosto de 1940, por Roger Schutz, pastor protestante suíço, e começou por acolher perseguidos políticos, judeus e mais tarde prisioneiros alemães.

CB

Partilhar:
Share