Lisboa, 27 mar 2019 (Ecclesia) – O físico e astrónomo brasileiro Marcelo Gleiser é o vencedor deste ano do Prémio Templeton, considerado como uma espécie de prémio Nobel da espiritualidade.

De acordo com um comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA, a atribuição do galardão teve como base “o grande contributo de Marcelo Gleiser, em termos científicos, para a visão de que a ciência, a filosofia e a espiritualidade são expressões complementares necessárias à humanidade para explorar o desconhecido”.

Marcelo Gleiser é o primeiro latino-americano a receber o Prémio Templeton, no valor de 1,4 milhões de dólares, que é “conferido a pessoas que deram um contributo excecional na afirmação da dimensão espiritual da vida”.

O vencedor desta distinção tem vários livros publicados, como ‘Criação Imperfeita’ e ‘A Ilha do Conhecimento’, e ensina atualmente física e astronomia no Dartmouth College, nos Estados Unidos da América.

Nesta estrutura de ensino, localizada na cidade de Hanover, no estado de New Hampshire, Marcelo Gleiser fundou em 2016 um instituto que tem como objetivo promover o diálogo construtivo entre as Ciências Naturais e Humanas.

O vencedor do Prémio Templeton deste ano é destaque no comentário desta semana do professor Miguel Oliveira Panão, no portal da Agência ECCLESIA.

JCP

Partilhar:
Share