Presidente da República visitou instituição e Núcleo de Planeamento e Intervenção Sem-Abrigo

Foto Diocese de Setúbal, visita do Presidente da República à Cáritas de Setúbal

Setúbal, 06 out 2018 (Ecclesia) – O presidente da Cáritas Diocesana de Setúbal alertou para o problema da habitação na região após a visita do Presidente da República ao Centro Social São Francisco Xavier, onde acompanhou a distribuição de refeições a pessoas em situação de sem-abrigo.

“As preocupações são comuns há problemas complicados ao nível da habitação, e que se estão a complicar em Setúbal e nos concelhos mais próximos de Lisboa”, afirmou hoje Domingos de Sousa.

Em declarações à Agência ECCLESIA, o presidente da Cáritas Diocesana de Setúbal explica que “a procura mais frequente” de habitação nesta região, “a subida do preço das casas” e a venda das mesmas “põe as pessoas na rua”.

“Corremos o risco grave de a curto prazo passarmos a ter pessoas na rua e as instituições não têm capacidade de dar resposta a esta realidade. As pessoas que têm rendimento social de inserção e que eram sem-abrigo, que deixaram de ser, agora vão voltar a ser novamente porque não aguentam as novas rendas”, desenvolveu.

O Presidente da República esteve esta segunda-feira reunido com o Núcleo de Planeamento e Intervenção Sem-Abrigo (NPISA) do Distrito de Setúbal onde estiveram presidentes das Câmaras Municipais do Seixal, Almada, Barreiro e Setúbal.

“Há falta de habitação muito grande, isso foi notório, dito por todos os representantes de todos os municípios que estão no NPISA”, referiu Domingos de Sousa.

O NPISA Setúbal é coordenado pela Cáritas Diocesana através da diretora do equipamento São Francisco Xavier onde está a resposta social para as pessoas em situação de sem-abrigo que Marcelo Rebelo de Sousa também visitou e onde esteve a conversar com os utentes.

“É gratificante perceber, sentir e ouvir do Presidente da República a importância que atribui a este trabalho que fazemos em favor das classes mais desfavorecidas”, disse Domingos de Sousa.

Para o presidente da Cáritas Diocesana, a visita de Marcelo Rebelo de Sousa “é um incentivo” para quem se dedica a “estas causas voluntariamente”.

“Dá muita visibilidade às instituições e, neste caso, à Cáritas Diocesana de Setúbal e, por via dela, à Cáritas Portugal. A Cáritas também precisa disso para chamar a atenção ao trabalho que faz”, comentou ainda Domingos de Sousa.

A 17 de outubro, no Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, o presidente da República numa mensagem deu como exemplo o trabalho que está a ser desenvolvido para a inclusão das pessoas em situação de sem-abrigo: “É um exemplo no caminho para o combate às desigualdades, juntando os esforços e os meios do Estado à experiência das estruturas da sociedade civil e ao voluntariado de tantos cidadãos anónimos”.

CB

Partilhar:
Share