A edição mais recente da revista “Communio”, dedicada ao tema “Um mundo que nasce”, reflecte sobre o mercado, a economia e a ética, bem como acerca do capitalismo, microcrédito e crise económica.

A apresentação, assinada por Rui Madeira e José Patrício, sintetiza os artigos que compõem este número.

“Quando foi decidida a temática do presente número, não se haviam tornado ainda patentes os sintomas e factores da crise económico-financeira que vivemos a nível praticamente mundial. Mas pressentiam-se inquietações e dinamismos de ordem vária, em busca de formas alternativas de organização e conduta humana, não apenas nem talvez principalmente em sede económica, mas ainda no domínio ecológico e cultural. A crise manifestou-se em toda a sua força no segundo semestre de 2008 e veio revelar, súbita e claramente, várias debilidades da sociedade, levando a questionar estruturas materiais, procedimentos dos agentes sociais, em especial no seu relacionamento mútuo, e também padrões e valores, mormente espirituais, que servem de esteio à vida colectiva”.

Artigos e autores

Entre a liberdade e a confiança (António Martins)

Mercado, economia e ética (Card. Joseph Ratzinger)

O valor da “crise de valores” (J.M. Pereira de Almeida)

Crise, sinal dos tempos (José Patrício)

Reinventar a solidariedade (Card. Oscar R. Maradiaga)

Causas da crise (Luís Campos e Cunha)

O homem funcional. Capitalismo, propriedade, papel dos Estados (E.-W. Böckenförde)

As encruzilhadas da crise contemporânea. Por um futuro sustentável (V. Soromenho-Marques)

Uma nova terra. Em resposta à crise: a evolução da consciência (M.J. Melo Antunes)

Derradeiro risco (Elena Curti)

Com o microcrédito dar novas vidas a vida (M. Brandão Alves)

O peixe amarelo – Pistas para um mundo melhor (J.W. Meneses)

Futuro incerto para a comunicação social (F. Sarsfield Cabral)

Teologia e razão contemporâneas. As razões cristãs para fazer teologia (Claude Dagens)

SNPC

Partilhar:
Share