Viana do Castelo, 06 jul 2019 (Ecclesia) – A Diocese de Viana do Castelo vai celebrar as festas em honra da Senhora d’Agonia, entre 16 e 20 de agosto, e o município local apresentou o cartaz da romaria deste ano que destaca a devoção popular.

O jornal ‘Notícias de Viana’, da diocese, explica que o cartaz da Romaria de Nossa Senhora da Agonia 2019 apresenta a jovem mordoma Salomé Silva, natural de Darque, em frente da imagem de Nossa Senhora da Agonia, numa atitude de oração.

Na fotografia, a mordoma oferece uma peça em ouro numa valorização da “devoção à Senhora” como elemento central da romaria, que é uma das principais festas religiosas da região minhota.

O cartaz da designer Ana Rocha, de Vila Franca, Viana do Castelo, foi escolhido entre 83 propostas, e a autora revelou que a sua escolha foi “uma surpresa”.

“Com o passar do tempo, consegui interiorizar a ideia e juntar ao sentimento de felicidade o peso da responsabilidade de representar as pessoas numa Romaria que é tão nossa”, disse Salomé Silva, na sessão de apresentação.

A Diocese de Viana do Castelo informa também que foi também lançada a plataforma ‘Memórias da Romaria’, um arquivo documental das festas que “alia os quase 250 anos de tradição com a contemporaneidade”, segundo o presidente da Comissão Executiva, Parente da Cruz.

O par de dançarinos de folclore que deu o rosto ao primeiro cartaz ilustrado com fotografia da Romaria da Senhora d’Agonia, em 1959, preside este ano à comissão de honra das festas, uma função que, por inerência, é do presidente da Câmara de Viana do Castelo, mas que há mais de duas décadas é delegada em figuras que “contribuem para a promoção do concelho e das festas”.

A Romaria d’Agonia remonta ao século XVII e à “história da igreja d’Agonia”, construída “em honra da padroeira dos pescadores”.

CB/OC

Partilhar:
Share