Livro dá início a nova coleção de estudos litúrgicos intitulada «Hodie = Hoje»

Fátima, 27 fev 2021 (Ecclesia) – O padre Carlos Aquino, da Diocese do Algarve, escreveu o livro ‘Vida nova em Cristo –  Estudo teológico-litúrgico dos Escrutínios do Tempo da Purificação e da Iluminação’, publicado pelo Secretariado Nacional da Liturgia (SNL), da Conferência Episcopal Portuguesa.

“Um tema muito atual, inclusive no nosso ambiente eclesial em que cada vez mais nos deparamos com adultos que pretendem receber os sacramentos de Iniciação cristã”, assinala o bispo do Algarve, D. Manuel Quintas, na apresentação da nova publicação.

O responsável assinala que o percurso que a leitura do novo livro convida a percorrer confirma que não se nasce “cristãos e que a fé é dom e fruto da graça”.

“Tornamo-nos cristãos de forma gradual e progressiva. Por isso, a vitalidade e a fecundidade da vida cristã exigem tempo e maturação”, acrescenta.

D. Manuel Quintas assinala que a vida nova “é sempre dom oferecido, desejo de comunhão e de intimidade partilhada”, e explica que o objetivo principal de todo o itinerário do catecumenado “é o de conduzir à experiência da vida com Deus, no Espírito, com a mediação da Igreja”.

Sobre o Tempo da Purificação e da Iluminação, que ocupa um lugar “central na preparação para a receção dos Sacramentos da Iniciação”, o bispo do Algarve indica, por exemplo, que prepara e dispõe, “de modo mais intenso”, a comunidade dos fiéis e os eleitos para “a celebração frutuosa do Mistério Pascal, que os Sacramentos da Iniciação aplicam a cada um, através dos Escrutínios e do rito dos Exorcismos”.

Vida nova em Cristo –  Estudo teológico-litúrgico dos Escrutínios do Tempo da Purificação e da Iluminação’, do padre Carlos Aquino parte do trabalho realizado no âmbito da dissertação de Licenciatura em Liturgia, no Pontifício Ateneu de Santo Anselmo em Roma.

O Secretariado Nacional da Liturgia informa que com este novo livro vai dar início a uma nova coleção de estudos litúrgicos com o título de ‘Hodie’, refere-se ao “eterno ‘hoje’ da Liturgia, na qual se torna presente o único e mesmo mistério de Cristo”.

CB

Partilhar:
Share