Obra é assinada por Carlos Morujão

Lisboa, 09 jun 2021 (Ecclesia) – Carlos Morujão assina a nova biografia do padre José Bacelar e Oliveira destacando o papel do sacerdote na criação da Universidade Católica Portuguesa, de que foi o primeiro reitor.

“Sem a ação do padre Bacelar que não começa em Lisboa, mas em Braga, a Universidade Católica ou não existiria de todo ou teria uma feição completamente diferente como é conhecida hoje”, disse à Agência ECCLESIA.

O livro é o primeiro volume da coleção ‘Timeline – Biografias Intemporais’, editada pela Universidade Católica Editora, com o apoio da Fundação Amélia de Mello.

Carlos Morujão considera que o padre José Bacelar e Oliveira tinha uma visão da universidade que ia “muito mais além” do que uma instituição “centrada na formação do clero” ou dos “leigos interessados em Filosofia, Teologia e Ciências Religiosas”.

Através das suas investigações, o autor indica que, em determinados momentos, “o trabalho do padre Bacelar foi muito solitário”.

“Ele lutou sozinho e contra algumas ideias dominantes”, assinalou, num período conturbado da história, “uma época de renovação da Igreja” no seguimento Concílio Vaticano II (1962-1965) e “época de crise do regime do Estado Novo”.

A coleção de biografias ‘Timeline’ pretende apresentar um conjunto de “grandes personalidades” ligadas à UCP, igreja e sociedade portuguesa.

HM/LFS/OC

Partilhar:
Share