Organismo centra atenções nas áreas da escola e do trabalho

Lisboa, 02 mar 2017 (Ecclesia) – A Juventude Operária Católica (JOC) está a promover uma campanha nacional que visa alertar para a “pressão” a que os jovens estão sujeitos, particularmente na escola e no trabalho.

“Nos últimos tempos, muitos jovens têm revelado e partilhado uma preocupação constante com situações de pressão que afetam a dignidade e o bem-estar dos jovens, não só pelas suas realidades de vida, mas pelo que observam também à sua volta”, explica a organização, em comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

A primeira etapa, que decorre até junho, vai procurar sensibilizar os jovens para esta realidade através de um vídeo, cartazes e flyers.

“Posteriormente, o objetivo será procurar conhecer a realidade da pressão na vida dos jovens, através da realização de inquéritos por escrito e online, onde possam estimular os jovens a refletir sobre as suas próprias vidas e simultaneamente conhecer de forma mais detalhada esta realidade, através da recolha de dados estatísticos”, adianta a JOC.

A organização católica sustenta que esta pressão “oprime e explora os jovens trabalhadores”.

“É preciso sair à rua, ir ao encontro dos outros jovens, que vivem oprimidos e sufocados pela pressão nos seus locais de estudo e trabalho. Não podemos falar do que não conhecemos”, acrescenta a JOC.

OC

Partilhar:
Share