D. Manuel Linda presidiu à celebração na catedral diocesana

Foto Diocese do Porto/JLC, Ordenações 2019

Porto, 15 jul 2019 (Ecclesia) – O bispo do Porto presidiu este domingo à Missa de ordenação de dois sacerdotes e cinco diáconos e pediu-lhes para se aproximarem de quem passa pela “angústia de viver sozinho”.

Na homilia da Missa, celebrada na catedral diocesana, D. Manuel Linda, comentou o a parábola evangélica do Bom Samaritano, lida na liturgia de domingo, exortou os novos presbíteros e diáconos a estarem “próximos dos corações feridos” e disse que o “homem débil e à beira da morte” do Evangelho “representa a humanidade”.

Citado pelo jornal Voz Portucalense, bispo do Porto referiu que o homem que descia de Jerusalém para Jericó e que foi assaltado e maltratado não foi ajudado por um sacerdote e por um levita que por ali passaram, mas foi um samaritano, homem “que vem de longe” que o ajuda fazendo a “boa ação”.

“Neste mundo ferido, Jesus retira a dor possível”, disse D. Manuel Linda, acrescentando que os padres e diáconos ordenados devem cultivar a “familiaridade com Deus” para depois fazerem “família na Igreja”.

“Na escola de Jesus começa por haver uma familiaridade vertical com Deus que gera a familiaridade horizontal” com os outros, concluiu o bispo do Porto, referindo que os novos presbíteros e diáconos são “enviados para acrescentar família, mais família de Deus”.

“Vai e faz o mesmo”, foi o desafio deixado por Jesus, na Parábola do Bom Samaritano, ao doutor da lei e também o que D. Manuel Linda deixou aos sacerdotes e diáconos ordenados este domingo.

A Missa de ordenação de Micael Danilo Brito da Silva de S. Martinho de Recesinhos (Penafiel) e Tiago Filipe da Costa Santos de Chave (Arouca) foi concelebrada pelos bispos auxiliares do Porto, D. Pio Alves e D. Armando Esteves, por D. Américo Aguiar, bispo auxiliar de Lisboa, por D. António Taipa, bispo auxiliar emérito do Porto, e por numerosos sacerdotes.

Os cinco novos diáconos são César Abílio Ventura Pinto, Filipe Martins de Sousa Vales e José da Silva Coelho do Seminário Maior do Porto; e José Almonte Jesús e Misael Fermin Fermin Calderón, naturais da República Dominicana, que estão no Seminário Diocesano Redemptoris Mater, no Porto.

PR

Ordenações 2019

Partilhar:
Share