D. Manuel Linda destaca simbologia da «árvore da vida», com representação do escultor Bruno Marques

Porto, 02 mar 2021 (Ecclesia) – O bispo do Porto desafiou as famílias católicas da diocese a colocar um crucifixo em sua casa, apresentando uma proposta da própria diocese, com a simbologia da “árvore da vida”, obra do escultor Bruno Marques

“Uma das coisas que mais chamam a atenção em casas de famílias crentes é que, por vezes, encontramos belas esculturas ou quadros a dar-nos as boas-vindas, mas… nenhum sinal cristão. E os símbolos constituem uma linguagem que revelam a nossa identidade mais profunda”, assinala D. Manuel Linda, numa mensagem divulgada hoje pelo jornal diocesano, ‘Voz Portucalense’.

O responsável católico destaca que o plano pastoral da diocese tem como tema uma expressão bíblica, ‘Como os ramos na videira’ e como lema, neste ano, ‘Todos família, todos irmãos’.

“Pareceu-nos conveniente lançar uma forte campanha para que todas as ‘Igrejas domésticas’, todas as famílias crentes, concedam um lugar de destaque a um símbolo cristão no interior das suas casas. E o principal, para nós, é a cruz, verdadeira ‘árvore da vida’”, escreve D. Manuel Linda.

A Diocese do Porto pediu ao escultor Bruno Marques que idealizasse um crucifixo, com “três ideias principais: arte, abertura para a ressurreição e preço acessível a todas as famílias”.

“É esta cruz, identificada com o brasão da nossa Diocese e com a frase-síntese do plano pastoral que gostaríamos de ver em todas as casas. Até como forma de assinalar este período obscuro das nossas vidas – o tempo de pandemia – do qual jamais nos esqueceremos: se nós sofremos tanto com ele, quanto mais o Senhor sofreu por nós”, indica o bispo diocesano.

Foto: Agência ECCLESIA

D. Manuel Linda convida as famílias a “introduzirem o crucifixo nas suas casas”.

“Este ou outro, pois a cruz ajuda-nos a elevar a mente para a luz de Deus e a cultivar a fé, a esperança e a caridade. E peço-lhes que ajudem as outras famílias a fazerem o mesmo. Também isto é apostolado”, conclui.

OC

Porto: Bispo deixa mensagem para Quaresma «absolutamente estranha»

Partilhar:
Share