Beja, 31 de mai 2019 (Ecclesia) – A Santa Casa da Misericórdia de Beja e a União das Misericórdias Portuguesas (UMP) promovem hoje as jornadas «Museologia nas Misericórdias», a partir das 10h00.

A iniciativa pretende refletir sobre a realidade e “as potencialidades do património museológico detido em todo o país pelas Misericórdias, inclusive pela de Beja”, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA, sobre as jornadas no Salão Nobre da Misericórdia de Beja.

A edição deste ano das jornadas vai aprofundar “as boas-práticas para a proteção e manutenção deste património, mas também os desafios que esta oferta cultural poderá representar para o desenvolvimento da economia do turismo, para a coesão do território, para a sustentabilidade das Santas Casas e, sobretudo, para a afirmação da sua identidade secular”.

Através das suas realidades museológicas, as Misericórdias têm “a possibilidade de mostrar e divulgar a vasta experiência e conhecimento dos movimentos sociais em cada comunidade, uma vez que ao longo de séculos foram, e ainda são, promotoras de cultura e tradições locais”.

Atualmente, as Misericórdias têm “cerca de 82 espaços museológicos” que se traduzem em museus, casas museu, núcleos museológicos, centros interpretativos, centros de memória, espaços musealizados, coleções visitáveis, entre outros.

A sessão de abertura conta com a presença da diretora Regional de Cultura do Alentejo, Ana Paula Amendoeira; do provedor da Santa Casa da Misericórdia de Beja, João Paulo Ramôa; do presidente da UMP, Manuel de Lemos; do Presidente da Câmara Municipal de Beja, Paulo Jorge Lúcio Arsénio; e do Bispo de Beja, D. José João dos Santos Marcos.

LFS

Partilhar:
Share