Igreja do Carmo, Ponta Delgada
Foto Igreja Açores

Angra do Heroísmo, 22 fev 2019 (Ecclesia) – A Secretaria Regional dos Transportes e Obras Públicas do Arquipélago dos Açores lançou um concurso público para a requalificação e restauro da Nossa Senhora da Conceição, também conhecida por igreja do Carmo, em Ponta Delgada.

“Empreitada de requalificação e restauro do Convento e Igreja da Nossa Senhora da Conceição, também conhecida por Igreja do Carmo”, informa o sumário do anúncio publicado no ‘Jornal Oficial’ da presidência do Governo dos Açores.

O concurso público tem um preço base de um milhão de euros, o critério de adjudicação é a “proposta economicamente mais vantajosa – preço 40% e qualidade técnica da proposta 60%, e a obra um prazo de execução de 240 dias.

Uma empreitada que surge na sequência dos “recentes achados arqueológicos no conjunto edificado” que remontam à fundação do convento, no século XVII.

“Influenciam fortemente a estrutura arquitetónica e espacial de toda a zona conventual e santuário, tornando-se, assim, indispensável uma intervenção ao nível da requalificação e restauro do conjunto edificado, tendo sempre como base primordial a salvaguarda do património classificado”, explicou o executivo regional.

A obra lançada pela Secretaria Regional dos Transportes e Obras Públicas, através da Direção Regional das Obras Públicas e Comunicações, vai permitir, simultaneamente, a “compatibilização entre o património classificado a restaurar” com o Palácio da Conceição, que é parte integrante de todo o conjunto edificado adjacente.

Atualmente, contextualiza o sítio online ‘Igreja Açores’ da Diocese de Angra, a igreja do Carmo – convento e igreja da Nossa Senhora da Conceição – que já se encontra encerrada ao culto funciona “apenas como espaço de concertos e atividades culturais”.

CB

Partilhar:
Share