Foto: Agência Ecclesia/HM

Cidade do Vaticano, 14 mai 2021 (Ecclesia) – O Vaticano vai apresentar a 18 de maio, em conferência de imprensa, as novas orientações pastorais para celebrar o Dia Mundial da Juventude, a nível diocesano.

A celebração passa a decorrer, por decisão do Papa, na solenidade de Cristo-Rei, que encerra o ano litúrgico no calendário católico, em vez do Domingo de Ramos.

As novas orientações foram elaboradas pelo Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida (Santa Sé).

Com os jornalistas vão estar os sacerdotes brasileiros Alexandre Awi Mello e João Chagas, e Dorota Abdelmoula, do referido organismo da Cúria Romana; e dois jovens: Maria Lisa Abu Nassar, de 26 anos, natural de Nazaré, na Terra Santa; Gelson Fernando Augusto Dinis, angolano de 24 anos, a estudar Teologia em Roma.

Além do Dia Mundial da Juventude, celebrado a nível diocesano, a Igreja promove edições internacionais destas jornadas, as JMJ, cuja próxima etapa é Lisboa, no verão de 2023.

A primeira edição aconteceu em 1986, em Roma, e desde então a Jornada Mundial da Juventude já passou pelas seguintes cidades: Buenos Aires (1987), Santiago de Compostela (1989), Czestochowa (1991), Denver (1993), Manila (1995), Paris (1997), Roma (2000), Toronto (2002), Colónia (2005), Sidney (2008), Madrid (2011), Rio de Janeiro (2013), Cracóvia (2016) e Panamá (2019).

OC

Partilhar:
Share