Missa presidida por D. Joaquim Mendes reuniu paroquianos no Jardim da Música

Odivelas, 12 jun 2020 (Ecclesia) – A Paróquia de Odivelas promoveu na tarde de quinta-feira a celebração do Corpo de Deus no Jardim da Música, espaço que foi simbolicamente decorado com os tapetes de sal que acompanham a tradicional procissão, este ano cancelada.

A Missa ao ar livre, com respeito pelo distanciamento social imposto pela pandemia, foi presidida por D. Joaquim Mendes, bispo auxiliar de Lisboa.

Na sua homilia, enviada à Agência ECCLESIA, o prelado destacou a importância da Eucaristia na vida dos católicos.

“Nós precisamos tanto deste alimento divino! Sentimos a sua falta no período de confinamento. Precisamos do seu amor, da sua força, para resistirmos ao cansaço, ao desânimo, às dificuldades que encontramos no caminho da vida. Precisamos do amor e da força de Jesus para vencer esta pandemia”, declarou D. Joaquim Mendes.

A intervenção sublinhou as dimensões da comunhão “com Deus e com os irmãos” que marca a fé católica, levando a uma “vida entregue, doada e gasta no serviço pelos outros, como a dos pais pelos filhos”.

“A Eucaristia é o Sacramento de comunhão que nos faz sair de nós mesmos, do nosso individualismo, para viver juntos o seguimento de Cristo e a fé nele, e a olhar os outros, não como estranhos, mas como irmãos”, apontou.

O bispo auxiliar de Lisboa apelou à construção de uma “sociedade solidária, justa e fraterna”, especialmente perante os desafios da pandemia e da globalização.

“A participação na Eucaristia compromete-nos na promoção da cultura do encontro e na edificação da paz, tão urgente e necessária no nosso mundo marcado por violências e guerras; pelo terrorismo e pela corrupção económica; por situações de indigência; pela tragédia dos refugiados, dos emigrantes, da pandemia e da ecologia, do cuidado da criação”, precisou.

OC

Partilhar:
Share