P. Antonio Ino, missionário comboniano italiano

Viseu, 03 jun 2021 (Ecclesia) – O padre António Ino, Missionário Comboniano, faleceu esta quarta-feira, em Viseu, aos 90 anos de idade.

Nasceu em Lacedonia, província de Avellino (Itália) e fez os primeiros votos no Instituto dos Missionários Combonianos no dia 5 de agosto de 1955 e os perpétuos a 5 de agosto de 1958. Foi ordenado sacerdote no dia 29 de junho de 1959, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA pela congregação religiosa.

Foi missionário em Moçambique durante 29 anos, de 1973 a 2002, e nesse país lusófono exerceu a função de diretor espiritual no Seminário Maior de Santo Agostinho, na Matola, durante muitos anos.

“Foi também um missionário ilustre em terras portuguesas, onde despendeu 36 anos da sua vida, sendo particularmente conhecido nas dioceses de Coimbra, Santarém e Viseu”.

Nas últimas décadas esteve na comunidade comboniana de Viseu, onde exercia o ministério de confessor.

A Diocese de Viseu reagiu ao falecimento, em comunicado, manifestando “sentimentos de ação de graças pelo dom da vida e missão do missionário padre António Ino, que, depois de ter servido a Igreja Diocesana a partir das missões que lhe foram confiadas pelos superiores no Seminário das Missões em Viseu, serviu também a Igreja diocesana no acolhimento espiritual e serviço de confessionário”.

O seu funeral realiza-se esta sexta-feira, na capela do Seminário das Missões de Viseu.

LFS

Partilhar:
Share