José Luís Nunes Martins

Todos nós conhecemos muitas pessoas que, tendo grandes talentos, não tiveram êxito. Quase nunca se trata de uma grande injustiça, porque o dom nada é sem todo o trabalho  necessário para que chegue a dar bons resultados.

Os dons dependem da vontade e do tempo que se lhes dedica. O sucesso resulta da paciência com que se faz o caminho entre o que é possível e o que é real. Entre a genialidade pura e as obras-primas concretas, há um longo caminho que apenas se percorre com firmeza, esforço e fé.

Persistir no bem, mesmo quando é difícil, é o caminho para o cumprimento do que somos. O mal é sempre mais fácil. Muitas vezes alcançamos só por não fazermos nada, pela preguiça, pelo desânimo e, a sua maior arma, pela nossa desistência.

A felicidade duradoura e profunda constrói-se devagar e durante muito tempo. Depois, resistirá a tudo, aos ataques e às tentações do que nos rodeia e das que nos assaltam a partir do nosso interior.

O meu bem depende da minha vontade para resistir à passagem do tempo, não desistindo nunca de escolher o melhor em vez do mais fácil.

 

Partilhar:
Share