Um livro que pretende dar a conhecer às crianças a importância de Nossa Senhora na história do nosso país “Nossa Senhora na história de Portugal” foi apresentado ontem, dia 26 de Abril, em Lisboa. Trata-se de um conjunto de vários contos, escritos por pessoas de diferentes sectores da sociedade e que tem a chancela da Lucerna/Patris. Ao todo são 15 contos com um denominador comum: a importância da figura de Nossa Senhora em várias etapas diferentes da história e evolução do nosso país. Teresa Ameal, a coordenadora deste livro, juntou autores muito diferentes: se Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada já estão habituadas a estas aventuras, o mesmo já não se poderá dizer do economista João César das Neves ou mesmo do Duque de Bragança. Entre as pessoas que contribuíram estão também Ângela Sarmento, António Bettencourt ou a jornalista Aura Miguel, que assina um conto sobre a forte ligação do Papa João Paulo II a Fátima e ao culto mariano. Inserida no trabalho que o Movimento Apostólico de Schoenstatt tem vindo a desenvolver na área da educação, junto de crianças de todas as classes sociais e credos religiosos, e dando resposta ao pedido de pais, mães, professores e educadores que, trabalhando diariamente com crianças, detectaram a ausência de um livro que os estimulasse espiritualmente e lhes contasse a História das suas raízes, a publicação da colectânea de contos Nossa Senhora na História de Portugal corresponde a um sonho antigo dos editores. Esta obra tem também o apoio do Patriarcado de Lisboa, num ano em que se realiza em Portugal o Congresso Internacional da Nova Evangelização, marcado para Novembro. Nesse contexto, esta pode também ser entendida como uma forma original de evangelizar, como sublinhou o Bispo Auxiliar de Lisboa, D. Manuel Clemente. No prefácio, escrito Joaquim Veríssimo Serrão, salienta-se que esta obra com cerca de 100 páginas é feita “numa prosa límpida, pela mestria pedagógica e beleza de estilo, os autores deste livro recordam a multissecular comunhão entre a formação de Portugal e os valores eternos do Cristianismo. Não pode a divulgação da História erguer-se sem o apelo aos valores eternos do Cristianismo.” A publicação desta obra quer responder ao recente comunicado da Conferência Episcopal Portuguesa, que ao analisar o actual momento político que o País atravessa, afirma ser “urgente criar uma onda de entusiasmo por Portugal”. Índice Apresentação (P. Francisco Cruz Sobral, ISch e Henrique Mota) Introdução (Joaquim Veríssimo Serrão) A primeira visita (João César das Neves) Nossa Senhora e o primeiro rei de Portugal (Thereza Ameal) O Milagre de Nazaré (Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada) Beato Nuno de Santa Maria – Herói e Santo (Duarte, Duque de Bragança) As Rosas de Santa Maria (António O. Bettencourt) A viagem (Maria João da Câmara) A rainha de Portugal (Isabel, Duquesa de Bragança) Senhora Aparecida (Luiz Maria Cappio, Bispo da Barra) Nossa Senhora e os franceses de Napoleão (Inês Dentinho) Nossa Senhora dos Remédios (Ângela Sarmento) Nossa Senhora de Fátima (Madalena Fontoura) “Todo Teu!” (Aura Miguel) Mãe Aparecida (Maria Teresa Maia Gonzalez) Nossa Senhora do outro lado do Mundo( Aires de Campos) A Visita da Mãe Peregrina (Maria Reis)

Partilhar:
Share