D. Luiz Fernando Lisboa recebe ainda título honorífico pessoal de arcebispo

Foto Diocese de Pemba

Cidade do Vaticano, 11 fev 2021 (Ecclesia) – O Papa transferiu o bispo de Pemba (Moçambique), D. Luiz Fernando Lisboa, para a diocese brasileira de Cachoeiro de Itapemirim, concedendo-lhe ainda o título honorífico pessoal de arcebispo.

O anúncio foi feito hoje em comunicado, pela sala de imprensa da Santa Sé.

O missionário brasileiro, natural do Rio de Janeiro, de 65 anos de idade, é membro da congregação dos Passionistas, onde se formou, tendo sido enviado para Moçambique em 2001.

O Papa Francisco nomeou-o bispo de Pemba a 12 de junho de 2013.

D. Luiz Fernando Lisboa destacou-se, nos últimos anos, na defesa das populações da província de Cabo Delgado, no norte de Moçambique, alvo da violência de grupos que se declaram ligados ao Estado Islâmico.

O bispo esteve com o Papa no último dia 18 de dezembro, no Vaticano, antes de seguir para o Brasil, por motivos de saúde.

A Diocese de Cachoeiro, no Estado do Espírito Santo, leste do Brasil, encontrava-se vacante desde 7 de novembro de 2018.

A Conferência Nacional de Bispos do Brasil reagiu a esta nomeação com uma nota divulgada online.

“Enaltecemos a sua presença missionária como bispo em Pemba, diocese situada numa região marcada pela guerra que já causou a morte de mais de 2 mil pessoas e mais de 500 mil deslocamentos. Especialmente em Cabo Delgado, alvo constante de ataques. Destacamos também a sua contribuição à Conferência Episcopal de Moçambique, servindo-a como secretário-geral e coordenador do Departamento Social”, refere a CNBB ao novo arcebispo.

OC

Moçambique: Bispo de Pemba denuncia crise humana agravada por falta de ajuda e estação das chuvas

Partilhar:
Share