52 jovens foram assassinados por se recusarem a integrar grupo armado

Lisboa, 28 abr 2020 (Ecclesia) – O bispo de Pemba, em Moçambique, prestou homenagem ao grupo de jovens que se recusaram a integrar as fileiras dos grupos armados que semeiam o terror em Cabo Delgado, sendo assassinados pelos mesmos.

Para D. Luiz Fernando Lisboa, entrevistado pelo portal de notícias do Vaticano, estes são “verdadeiros mártires pela paz”.

52 jovens foram assassinados a 8 de abril na aldeia de Xitaxi, por terem recusado aliar-se a grupos armados no distrito de Muidumbe, rebelião que vem operando na província nortenha de Cabo Delgado, referiu à imprensa o porta-voz do Comando Geral da Polícia, Orlando Modumane.

O bispo de Pemba deixou uma mensagem de proximidade e solidariedade às famílias em luto e pede que os católicos tenham presentes nas suas orações os jovens assassinados, maioritariamente cristãos.

OC

Moçambique: Bispo de Pemba apela à ajuda urgente para Província de Cabo Delgado, afetada pela violência e epidemias (c/vídeo)

Partilhar:
Share