Amadora, 04 mai 2018 (Ecclesia) – O encontro anual das Santas Casas da Misericórdia da região de Lisboa 2018, intitulado ‘Partilhar – O Manto Protetor das Misericórdias’, começa às 10h00 deste sábado, no Centro Olga Cadaval, em Sintra.

No comunicado enviado à Agência ECCLESIA, a Santa Casa da Misericórdia da Amadora explica que os participantes se vão dividir em seis mesas com convidados que vão apresentar diversos temas, como: ‘Segurança e medidas de Autoproteção’; ‘Ferramentas para famílias otimistas’ ‘As demências nas respostas sociais da terceira idade’, ‘Comunicação, uma ferramenta de gestão’.

O encontro anual de trabalho e reflexão das Santas Casas da Misericórdia da região de Lisboa destina-se aos seus órgãos sociais, aos trabalhadores, voluntários e cuidadores.

‘Partilhar – O Manto Protetor das Misericórdias’ é o tema geral que vai mobilizar os participantes até ao Centro Olga Cadaval, em Sintra.

A tarde começa com uma sessão aberta “ao grande público”, a partir das 14h30, que podem assistir ao debate ‘As Misericórdias e a Construção da Cidadania’.

Entre os cinco intervenientes destaca-se, por exemplo, a participação, do capelão do Hospital D. Estefânia, o padre Carlos Azevedo, a deputada e ex-secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Catarina Marcelino, ou a eurodeputada e ex-ministra do Ensino Superior, Maria da Graça Carvalho.

O encerramento do encontro é às 16h30 e meia hora depois, 17h00, é inaugurada a exposição ‘Descobrir o Manto Protetor das Misericórdias’, no Museu de Artes de Sintra (MU.SA).

Segundo o comunicado da Santa Casa da Misericórdia da Amadora a mostra apresenta obras de arte de “valor histórico, patrimonial e religioso” que foram reunidas ao longo dos séculos pelas Misericórdias da região de Lisboa.

CB

Partilhar:
Share