D. Nuno Brás deixa mensagem aos familiares das vítimas e aos que estão envolvidos nas operações de socorro

Foto: Lusa

Santa Cruz, Madeira, 17 abr 2019 (Lusa) – O bispo do Funchal manifestou hoje “grande tristeza” pelo acidente com um autocarro turístico que provocou pelo menos 29 mortes, esta tarde, no Concelho de Santa Cruz, na Madeira.

“Com grande tristeza tomei conhecimento do grave acidente de autocarro de turismo que provocou numerosos mortos, no Caniço. Encomendo os que faleceram nas mãos de Deus, e envio as minhas condolências aos seus familiares”, refere D. Nuno Brás, numa nota enviada à Agência ECCLESIA.

“Participando na dor dos que estão a sofrer, peço a Nossa Senhora do Monte que seja conforto, e dê coragem a todos os que sofrem, bem como aos profissionais que deles cuidam”, acrescenta o responsável católico.

O autocarro de turismo saiu de estrada na freguesia do Caniço, caindo sobre uma habitação.

No veículo seguiam mais de 50 pessoas, tendo sido ainda registados mais de 20 feridos; a maioria dos ocupantes era de nacionalidade alemã.

O presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, já se manifestou oficialmente, para endereçar os pêsames a todos os familiares das vítimas mortais e deixar a garantia de que tudo será feito em prol dos sobreviventes.

Já o representante da República para a Região Autónoma da Madeira, Irineu Barreto, lamentou “profundamente o grave acidente de viação” e apresenta “sinceras condolências aos familiares das vítimas”, de nacionalidade alemã.

O presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, chegou a ter prevista uma deslocação para o Funchal, mas adiou a viagem para dar prioridade ao transporte de feridos, por via aérea.

OC

Partilhar:
Share