D. Américo Aguiar elogia «as pessoas mais importantes da JMJ»

Foto: JMJ Lisboa 2023

Lisboa, 15 jul 2022 (Ecclesia) – O Comité Organizador Local (COL) da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) em Lisboa organizou um ‘bootcamp’ que reuniu cerca de 150 chefes de equipa de voluntários de todo o país, nos dias 5, 7 e 9 de julho.

“São as pessoas mais importantes da JMJ”, disse o presidente da Fundação JMJ Lisboa 2023, D. Américo Aguiar, destacando que sem eles a “jornada não se faz”.

A Direção de Acolhimento e Voluntariado do COL explicou que se viveu, entre os chefes de equipa de voluntários, “uma alegria enorme e contagiante” no ‘bootcamp’, informa o site oficial da JMJ Lisboa 2023.

Esta iniciativa teve como objetivo “treinar” os chefes de equipa e mobilizou cerca de 150 jovens que se voluntariaram para estas funções nas suas comunidades.

Jogos, casos práticos de atuação como chefes de equipa e breves conferências, com alguns testemunhos de voluntários de edições anteriores da JMJ, que “ajudaram os jovens presentes a refletir sobre o que é ser voluntário”, marcaram os dias 5, 7 e 9 de julho, “num formato animado e inspirador” preparadas por uma equipa de cerca de 30 monitores.

“O ‘bootcamp’ deu-nos imensas ferramentas para sermos chefes pró-ativos, ou seja, para que, em casos reais, possamos ter uma perceção e uma ação rápida para resolver os problemas”, disse Beatriz Charola, chefe de equipa de 19 anos.

Para Alice Pinheiro de Melo, com 21 anos, esta atividade foi a “introdução mais real e mais palpável” daquilo que podem esperar como chefes de equipa.

Foto: JMJ Lisboa 2023

“Um espírito muito único que ajude também a que, quando as pessoas vierem de todo o mundo, sintam aqui uma energia diferente e sintam que são bem-vindas e que a equipa está preparada para receber da melhor forma possível”, acrescentou Carlos Pereira, chefe de equipa de voluntários de 19 anos que “tinha de fazer algo mais” na edição internacional da JMJ em Portugal.

A diretora da Direção de Acolhimento e Voluntariado do COL, Margarida Manaia, explicou que este encontro foi também uma oportunidade para estes jovens conhecerem toda a envolvente da organização de uma jornada, “rezarem juntos” e “perceberem que não estão sozinhos, que há mais jovens com vontade de servir”.

O ‘bootcamp’ decorreu na sede do Comité Organizador Local da JMJ Lisboa 2023, na Antiga Manutenção Militar de Lisboa, no Beato.

CB/OC

Partilhar:
Share