Lisboa, 12 jan 2023 (Ecclesia) – O padre João de Brito de Almeida Atanásio faleceu na madrugada de dia 12 de janeiro, aos 99 anos, e pertencia à Congregação dos Padres dos Sagrados Corações (SSCC).

O padre João de Brito Atanásio nasceu a 18 de outubro de 1923, na localidade de Galisteu, paróquia de Vide entre Vinhas, concelho de Celorico da Beira e Diocese da Guarda, lê-se no site do Patriarcado de Lisboa

Frequentou os seminários de Santarém (1936-1938), Almada (1938-1941) e Olivais (1941-1947) e foi ordenado sacerdote a 6 de julho de 1947, na Sé de Lisboa, pelo Cardeal-Patriarca D. Manuel Gonçalves Cerejeira, tendo por isso celebrado, no ano passado, as bodas de diamante sacerdotais (75 anos).

Em 1957, o sacerdote foi nomeado coadjutor da paróquia da Penha de França e, um ano depois, pároco (1958-1969).

Passou pelo Seminário de Baltar e em 1973 esteve na Beira, em Moçambique (1973-1975).

Regressado a Lisboa, foi coadjutor de São João de Brito (1976-1977) e depois de São João da Talha (1977-1984) e Santa Iria de Azóia (1978-1985).

O padre João de Brito Atanásio foi ainda pároco de Santa Iria de Azóia (1985-1986) e da Bobadela (1985-1990) e coadjutor de São João da Talha (1987-1990).

Em 1990, o sacerdote é nomeado, pela segunda vez, pároco da Penha de França, onde ficou até ao ano 2000, data em que passou a coadjutor, durante quatro anos.

Em 2004, é nomeado coadjutor de Unhos (até 2008), passando, em 2009, a pároco ‘in solidum’ da Charneca (2009-2015), Unhos e Catujal (ambas entre 2009 e 2018).

A Missa exequial padre João de Brito de Almeida Atanásio vai ter lugar nesta sexta-feira, 13 de janeiro, às 10h30, e vai ser presidida pelo Cardeal-Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, na Casa Sacerdotal de Lisboa.

LFS

Partilhar:
Share