Lisboa, 26 fev 2021 (Ecclesia) – O cónego Armindo Garcia, pároco da Ericeira e Carvoeira, faleceu hoje aos 79 anos de idade, informa o Patriarcado de Lisboa.

As exéquias, presididas pelo cardeal-patriarca, D. Manuel Clemente, vão ter lugar este sábado, às 15h00, com transmissão online através do canal das paróquias da Ericeira e Carvoeira no YouTube.

Armindo Marques Garcia nasceu a 12 de março de 1941, no concelho das Caldas da Rainha, e foi ordenado sacerdote a 15 de agosto de 1965, em Lisboa, pelo cardeal D. Manuel Gonçalves Cerejeira.

Entre 1964 e 1977, o sacerdote foi professor de religião e assistente da JEC; entre 1968 e 1971, foi coadjutor da paróquia de Santa Isabel e, entre 1971 e 1974, da paróquia de São João de Brito, em Lisboa.

Durante três anos, entre 1977 e 1980, o sacerdote esteve em Beja, prosseguindo depois os estudos, em Roma, na Universidade Gregoriana.

Regressado a Portugal, entre 1982 e 1991, foi diretor do Secretariado Diocesano da Pastoral Vocacional e foi membro da equipa formadora do Seminário dos Olivais; entre 1984 e 1997, assumiu também a função de diretor espiritual do Seminário de Caparide e, durante esse período, foi membro do Conselho Pastoral Diocesano e do Conselho Presbiteral do Patriarcado de Lisboa.

Depois de ser coadjutor da paróquia de Algueirão-Mem Martins, entre 1992 e 1995, o padre Armindo Garcia foi pároco de Santo António do Estoril durante 11 anos, até 2006, período onde exerceu, entre 2001 e 2006, as funções de vigário de Cascais.

Desde 2006, o cónego Armindo Garcia era pároco de Carvoeira e Ericeira.

OC

Partilhar:
Share