D. Manuel Clemente fala em momento de esperança para a Igreja Católica

Foto Diocese do Porto/Arquivo

Lisboa, 01 mar 2019 (Ecclesia) – O cardeal-patriarca saudou hoje o novo bispo auxiliar de Lisboa, considerando que D. Américo Aguiar teve “um percurso pastoral notável”.

“O Patriarcado recebe com muita esperança a presente nomeação, certo do bom contributo que o novo bispo lhe dará, bem como a toda a Igreja em Portugal”, refere D. Manuel Clemente, em mensagem enviada à Agência ECCLESIA.

A ordenação episcopal vai decorrer na igreja da Trindade, Porto, a 31 de março.

O Papa Francisco nomeou hoje como bispo auxiliar de Lisboa D. Américo Aguiar, de 45 anos, até agora presidente do Conselho de Gerência da Renascença e diretor do Secretariado Nacional das Comunicações Sociais, informou a Nunciatura Apostólica (embaixada da Santa Sé) em comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

Natural da Diocese do Porto, D. Américo Aguiar nasceu a 12 de dezembro de 1973 e foi ordenado sacerdote em 2001.

Em outubro de 2016, assumiu a presidência das empresas do Grupo Renascença Multimédia, sendo ainda diretor do Secretariado Nacional das Comunicações Sociais e presidente de Irmandade dos Clérigos.

O lema episcopal escolhido é ‘In manus tuas’ (Nas tuas mãos), as últimas palavras de Jesus na cruz.

O cardeal-patriarca de Lisboa manifesta a sua gratidão “ao Papa Francisco e à Diocese do Porto” por esta “nomeação tão oportuna”.

D. Manuel Clemente realça o trabalho desenvolvido pelo novo bispo na reabilitação da igreja dos Clérigos, “tão significativa no culto e na cultura portucalense”, e como vigário-geral de três bispos da Diocese do Porto, incluindo o próprio cardeal-patriarca, na sua passagem por esta Igreja local.

“Além do mais, especializou-se em comunicação social, tendo concluído o mestrado nesta área na Universidade Católica Portuguesa, com excelente classificação”, acrescenta o cardeal-patriarca.

Em 2014, D. Américo Aguiar publicou o livro “Um padre na aldeia global – Evangelização e o Desafio das Novas Tecnologias”, resultado da investigação para o mestrado.

OC

Partilhar:
Share