Entidades trabalham no fornecimento de refeições aos peregrinos

Foto: Ricardo Perna/JMJ Lisboa 2023

Lisboa, 29 nov 2022 (Ecclesia) – A Fundação JMJ Lisboa 2023 assinou esta segunda-feira um protocolo de cooperação com a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP).

As duas entidades assumem o objetivo de “identificar uma rede de restaurantes e similares para o fornecimento de refeições aos peregrinos no decorrer da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023”, refere uma nota, divulgada online

A AHRESP vai apoiar a Fundação JMJ Lisboa 2023 na “definição das regras de funcionamento da rede de restaurantes e similares que irão assegurar o fornecimento de refeições e contactar restaurantes e similares para promover a sua adesão à rede”.

“Pretende-se que a Associação possa também promover o uso do Guia de Boas Práticas da Restauração e Bebidas junto desta rede”, acrescenta o comunicado.

A cooperação entre a organização que representa a maioria dos estabelecimentos alimentares e a organização da Jornada permitirá “dar resposta a todos os peregrinos que viajem até Lisboa”.

“A nossa responsabilidade direta serão os peregrinos inscritos, que terão de ser alimentados, mas temos também uma responsabilidade indireta sobre todas as pessoas que, mesmo não se inscrevendo, desejem vir até Lisboa para participar na Jornada”, afirmou D. Américo Aguiar, presidente da Fundação JMJ Lisboa 2023.

O protocolo com a AHRESP permite “partilhar este desafio com quem está no terreno, com a capacidade instalada”, acrescentou, apelando aos “agentes da restauração” para que “ajudem a corresponder a este compromisso”.

Carlos Moura, presidente da AHRESP, referiu por sua vez que a adesão e a disponibilidade para colaborar com a JMJ Lisboa 2023 foi aceite “desde a primeira hora”, tendo falado do “enorme desafio” que é criar esta rede e do compromisso da Associação em encontrar os parceiros suficientes para “dar resposta” aos peregrinos.

Todas as iniciativas da JMJ Lisboa 2023, incluindo os eventos centrais com o Papa Francisco, são de acesso gratuito para todos.

Foto: Ricardo Perna/JMJ Lisboa 2023

No seguimento do que acontece nas edições internacionais da JMJ, a inscrição permite que os peregrinos possam ter acesso a diversos pacotes, mediante as suas necessidades ao nível de serviços, como o alojamento e a alimentação, e em função do período que permanecem em Lisboa.

A organização portuguesa recomenda “fortemente grupos muito pequenos e peregrinos individuais a não se inscreverem por si mesmos, mas a juntarem-se a grupos maiores organizados pelas paróquias, dioceses ou outras comunidades”.

A JMJ Lisboa 2023 é dedicada aos peregrinos de todo o mundo com idades compreendidas entre os 14 e 30 anos de idade, sendo permitido que peregrinos de outras idades se inscrevam; os participantes com idade inferior a 18 anos têm obrigatoriamente de estar integrados num grupo e o seu cuidado é confiado a um adulto do grupo, com a devida autorização dos pais ou responsável legal.

As edições internacionais da JMJ são um acontecimento religioso e cultural que reúne centenas de milhares de jovens de todo o mundo, durante cerca de uma semana.

Todas as formas de inscrição incluem seguros de acidente, transportes públicos durante a semana da JMJ, “kit do Peregrino”, entrada gratuita nas atividades culturais do Festival da Juventude e acesso prioritário às zonas reservadas para os inscritos, além das opções de alojamento e alimentação que forem selecionadas.

Os valores vão desde 50 euros a 235 euros, mediante a opção escolhida.

A todos os pagamentos efetuados até dia 31 de dezembro de 2022, será aplicado automaticamente um desconto de 10%; os pagamentos efetuados até dia 15 de março de 2023 usufruem ainda de um desconto automático de 5%.

Os participantes que escolham um pacote com alojamento incluído, serão alojados em casas de família, pavilhões, escolas, ginásios, entre outros espaços coletivos.

Na noite de 5 para 6 de agosto de 2023, após a vigília presidida pelo Papa, todos os peregrinos pernoitarão ao ar livre no local da celebração, o Parque Tejo; os participantes deverão trazer consigo saco de cama, colchão ou esteira.

OC

Partilhar:
Share