Diferentes vozes, diversos talentos, pouca ou muita experiência musical se conjugou no LabOratório, que durante uma semana convidou amadores e profissionais para tocar, cantar e assim rezar também, procurando ir mais longe na relação com Deus. De Braga chegou Margarida Corsino que, no Labmaestro, percebeu a figura orante, de relação com Deus e veículo do Espírito Santo que um maestro de música sacra deve ser. A professora de matemática chegou com vontade de rezar mais através do canto e na diversidade.

Partilhar:
Share