Oração também se associa à iniciativa de oração do Papa Francisco pelo fim da pandemia

Foto: JMJ Lisboa 2023

Lisboa, 01 mai 2021 (Ecclesia) – A organização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2023, em Lisboa, convida a rezar hoje o terço pelos “frutos” da JMJ e pelo fim da pandemia, às 21h00, numa iniciativa transmitida online.

“Só com Jesus e Maria atingiremos o objetivo da JMJ. É por isso que a oração do Terço é tão importante, especialmente agora”, refere o cardeal-patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente,

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, o Comité Organizador Local da Jornada Mundial da Juventude 2023 informa que este momento de oração pretende “simbolicamente mostrar as diversas realidades eclesiais e sociais, e lembrar a força da oração comunitária”, no início do mês de Maria e com os primeiros terços JMJ Lisboa 2023 a “chegarem a casa dos portugueses”.

O terço pelos “frutos da JMJ, por todas as atividades e celebrações previstas até à sua realização e pelos jovens de todo o mundo” e a organização informa que envolve jovens de diferentes zonas de Portugal, “uma comunidade religiosa, uma família, idosos (a partir de um lar), uma comunidade do Movimento Fé e Luz, profissionais da saúde” e uma comunidade migrante.

“Este terço que iremos recitar a 1 de maio é também a expressão de que a JMJ quer ser de todos e para todos. Nele, os jovens entram em diálogo com realidades onde a JMJ também quer chegar: os doentes e os que os acompanham, os idosos, os que habitam o nosso país vindo de outros lugares do mundo, as pessoas com deficiência, as famílias”, explicou o padre Nuno Amador, da Direção de Pastoral e Eventos Centrais da JMJ Lisboa 2023.

O sacerdote do Patriarcado de Lisboa assinala também que se associam à “maratona” de oração pelo fim da pandemia, promovida pelo Papa Francisco, e que se vai realizar no mês de maio, a partir do dia 1.

O Comité Organizador Local da JMJ informa que a oração do terço vai ser transmitida online, nas redes sociais, e começa na Sé de Lisboa, a cidade-sede da próxima edição internacional da Jornada Mundial da Juventude, e vai percorrer digitalmente as dioceses portuguesas.

A versão áudio e em língua gestual portuguesa das meditações propostas no terço vão estar disponíveis no sítio da internet da JMJ Lisboa 2023, no mês de maio.

As JMJ nasceram por iniciativa do Papa João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude.

As edições internacionais destas jornadas promovidas pela Igreja Católica são um acontecimento religioso e cultural que reúne centenas de milhares de jovens de todo o mundo, durante cerca de uma semana.

A primeira edição aconteceu em 1986, em Roma, e desde então a JMJ já passou pelas seguintes cidades: Buenos Aires (1987), Santiago de Compostela (1989), Czestochowa (1991), Denver (1993), Manila (1995), Paris (1997), Roma (2000), Toronto (2002), Colónia (2005), Sidney (2008), Madrid (2011), Rio de Janeiro (2013), Cracóvia (2016) e Panamá (2019).

CB

Partilhar:
Share