Comunidade Católica Chinesa em Portugal e Diocese de Xi’na uniram-se para traduzir «Há pressa no Ar»

Lisboa, 15 jul 2021 (Ecclesia) – O hino da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2023, que vai decorrer em Lisboa, tem uma nova versão, em chinês, realizada pela Comunidade Católica Chinesa em Portugal e a Diocese de Xi’na.

A nova versão de “Há Pressa no Ar” envolveu mais de 20 jovens, presentes na comunidade em Portugal e na China, na tradução e gravação do tema, sendo apresentada como “meio de divulgação e de motivação” para a participação das comunidades católicas do país asiático no evento que acontecerá na capital portuguesa.

A tradução e arranjo musical esteve a cargo dos jovens da comunidade em Portugal, com o apoio da Irmã Dominia (Lijun Shen), Missionária das Servas do Espírito Santo, e do irmão Paul.

A gravação da música e do vídeo teve lugar na Diocese de Xi’an, na Expo Xi’an e na Catedral de São Francisco em Xi’an, nos dias 10 e 11 de abril de 2021, envolvendo o Coro Inglês de Xi’an Agios e o Coro Xi’an Seraphim.

A Comunidade Católica Chinesa em Portugal “espera assim ajudar os jovens da Igreja Chinesa a participar melhor” na JMJ Lisboa 2023, contribuindo para que esta seja um lugar de encontro, fraternidade e comunhão entre todos e para todos, informa a organização da JMJ 2023.

O hino tem também uma versão latino-americana, que integra diferentes géneros que identificam a região.

A organização da JMJ 2023 apresentou em janeiro o hino oficial do próximo encontro internacional de jovens católicos, com assinatura portuguesa, do padre João Paulo Vaz e o músico Pedro Ferreira.

‘Há Pressa no Ar’ parte do tema escolhido pelo Papa para a JMJ Lisboa 2023 – ‘Maria levantou-se e partiu apressadamente’ (Lc1,39).

O hino foi inicialmente gravado em português e numa versão internacional, com cinco idiomas (português, inglês, espanhol, francês e italiano).

A escolha de Lisboa como primeira cidade portuguesa a acolher uma edição internacional da JMJ aconteceu há dois anos, no dia 27 de janeiro de 2019, no Panamá.

As JMJ nasceram por iniciativa do Papa João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude.

As edições internacionais destas jornadas promovidas pela Igreja Católica são um acontecimento religioso e cultural que reúne centenas de milhares de jovens de todo o mundo, durante cerca de uma semana.

A primeira edição aconteceu em 1986, em Roma, e desde então a JMJ já passou pelas seguintes cidades: Buenos Aires (1987), Santiago de Compostela (1989), Czestochowa (1991), Denver (1993), Manila (1995), Paris (1997), Roma (2000), Toronto (2002), Colónia (2005), Sidney (2008), Madrid (2011), Rio de Janeiro (2013), Cracóvia (2016) e Panamá (2019).

OC

JMJ 2023: Jornada de Lisboa lança hino oficial, «Há Pressa no Ar» (c/vídeo e áudio)

Partilhar:
Share