Mensagem vai ser entregue no Vaticano, evocando em particular a crise na Venezuela

Funchal, Madeira, 20 nov 2020 (Ecclesia) – Os  jovens e o bispo da Diocese do Funchal pedem ao Papa Francisco que “nunca se canse de pedir pela paz, de forma especial na Venezuela”, numa carta que vai ser entregue este domingo, no Vaticano.

“Pelas nossas famílias que ainda estão lá [Venezuela] e que vivem na pobreza, ou, privadas dos seus direitos. Reze por nós jovens ao Senhor, para que inflame em nossos corações a vontade de sermos construtores de paz, de amor, dum mundo de todos, onde reine a paz, e a fraternidade, como inundou o coração do jovem Francisco de Assis”, pode ler-se.

Os jovens madeirenses também agradecem a “oração diária” do Papa Francisco “por cada um”, o Sínodo dos Jovens (2018), que “manifestou a preocupação” por esta geração, “presente e futuro da Humanidade” e pela confiança que deposita na juventude, “por recordar” que são “muito importantes para o Senhor” e, por reconhecer neles “a força inspiradora e renovadora de Deus”.

“Renovamos hoje, a vontade de o amarmos ainda mais, de rezarmos por si e consigo nas suas intenções. Rezamos consigo, a quem Jesus confia o nosso coração jovem – cheio de sonhos e expectativas, dúvidas e incertezas”, lê-se na carta que recorda a passagem de São João Paulo II pela ilha, uma memória que “os pais não deixam esquecer”.

A carta foi confiada ao sacerdote madeirense Carlos Almada que faz parte da delegação portuguesa que viajou hoje para Roma e este domingo vai receber os símbolos  da Jornada Mundial da Juventude, numa celebração presidida pelo Papa Francisco, às 10h00 locais (menos uma hora em Lisboa), na Basílica de São Pedro.

“Na impossibilidade de nos cruzarmos em Roma, de rezarmos juntos, de nos vermos, falarmos, os jovens da Diocese do Funchal (ilha da Madeira), escrevem-lhe para agradecer, pedir e reavivar o dom da Sua vida e ministério”, explicam os jovens, na carta divulgada pelo Jornal da Madeira.

CB/OC

JMJ 2023: Delegação portuguesa partiu ao encontro do Papa, para receber símbolos das Jornadas Mundiais (c/fotos)

 

Partilhar:
Share