Mais de 400 jovens das casas salesianas encontraram-se em Lisboa, onde partiram para missão de rua

Foto: WYD Don Bosco 23

Lisboa, 17 out 2022 (Ecclesia) – O padre Álvaro Lago, delegado para a Pastoral Juvenil dos Salesianos em Portugal, disse hoje à Agência ECCLESIA que o encontro WYD Don Bosco 23 quis ser “informativo e motivacional” para levar os jovens a sonhar a JMJ Lisboa 2023.

“Este foi um encontro informativo e motivacional, há um trabalho a fazer com consistência para que os jovens sejam convocados e possam sonhar viver a JMJ Lisboa 2023”, explicou o responsável pela Pastoral Juvenil dos Salesianos em declarações à Agência ECCLESIA. 

O encontro WYD Dom Bosco 2023 aconteceu este fim-de-semana, em Lisboa, e reuniu mais de 400 jovens ligados às casas salesianas, Salesianos e Salesianas de Maria Auxiliadora, e espera-se que haja “mais oportunidades de encontro como esta”.

“Já há coisas a acontecer há uns meses e este encontro de arranque foi uma forma de criar expetativa e interesse por parte dos jovens, que leva a adesão, eles confrontaram-se com pessoas que já participaram noutras edições da JMJ, uns, há mais tempo, e outros mais recentemente”, conta. 

O padre Álvaro Lago descreveu que houve ainda um trabalho em workshops, “para conhecerem os patronos da JMJ, na sua especificidade da vida” e depois foram convidados a ir para missão de rua, “que facilmente aderiram”.

“Na tarde de sábado os jovens estiveram em “peregrinação pela cidade”, andando mais de seis horas, e no domingo de manhã estiveram em praças e igrejas, não só para dar informações mas o confronto que foi proporcionado, entre santidade e depois na rua, na aproximação às realidades de outras pessoas, tinham esta carga eclesial, de não irem só como testemunhas individuais mas como membros da igreja”, apontou. 

No fim do encontro o padre Álvaro Lago percebeu que os “jovens saíam satisfeitos” e foi lançado o desafio do caminho se ir desenvolvendo até à JMJ Lisboa, traduzido em “compromisso, maturidade e transformação da sua própria vida”.

“Notou-se uma satisfação do dinamismo, de terem tido a oportunidade de sair, de se sentirem no mundo, nota-se que se traduz numa alegria de estar no meio dos outros, isso é real, depois satisfeitos com o que conseguiram traduzir em vida real”, afirma. 

O evento da pastoral juvenil salesiana contou com a presença do provincial, padre Aníbal Mendonça, a vigária da irmã provincial, irmã Alzira Sousa, o delegado da pastoral juvenil, padre Álvaro Lago, coordenadora provincial, irmã Linda Vieira, e ainda dois Conselheiros Gerais para a Pastoral Juvenil.

SN

Partilhar:
Share