Padre Luís Rafael Azevedo destaca importância da vivência da fé, e conhecimento logístico e das pessoas na sede da Jornada Mundial da Juventude em diocese

Foto DDPJ Lamego

Lamego, 11 nov 2022 (Ecclesia) – O Comité Organizador Diocesano (COD) de Lamego para a Jornada Mundial da Juventude 2023 realizou uma Peregrinação Jovem a Fátima, onde rezaram o Terço na Capelinha das Aparições, e a Lisboa para visitar espaços da próxima JMJ internacional.

“A nossa ida a Fátima fez-nos fortalecer muito mais os laços a nível espiritual e viver esta perspetiva da preparação da Jornada Mundial da Juventude, centrados naquilo que é o coração deste encontro que é a nossa fé”, disse hoje o coordenador do Comité Organizador Diocesano (COD) de Lamego, em declarações à Agência ECCLESIA.

O padre Luís Rafael Azevedo acrescenta que tanto no Santuário de Fátima, como em Lisboa, na Missa no Parque das Nações, foi isso que experimentaram: “Uma vivência diocesana de um caminho espiritual rumo à JMJ, em que pudemos e devemos rezar juntos”.

“Os jovens da nossa diocese receberam a graça de meditar os mistérios e, em união com todos os presentes, rezar o Terço, assumindo também a animação musical. Foi um momento de enorme beleza e alegria”, escreveu Maria João Montenegro, do Comité Organizador Paroquial (COP) São Cristóvão de Nogueira, no jornal diocesano ‘Voz de Lamego’.

O Santuário de Fátima está a dedicar a oração do Terço no último sábado de cada mês, à Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023, desde o mês de agosto de 2021; e convidou os jovens das dioceses católicas de Portugal para a meditação e animação musical desta oração, às 18h30, na Capelinha das Aparições.

“Estas experiências são essenciais para a caminhada de fé dos nossos jovens, fortalecendo a sua relação com Deus e Nossa Senhora e os seus hábitos de oração”, assinala a jovem lamecense, sobre o primeiro dia de peregrinação, a 29 de outubro, acrescentando que também participaram na oração do terço e procissão das velas à noite.

No dia seguinte, recorda Maria João Montenegro, viajaram para Lisboa e visitaram as obras de requalificação do terreno que vai receber os atos centrais da JMJ Lisboa 2023, a vigília de oração e a Missa final, presididas pelo Papa Francisco, na zona do Parque das Nações e nos terrenos do concelho de Loures que estão na continuidade da margem do Tejo.

“Foi bom sentirmo-nos em comunhão com as pessoas que, de diferentes formas, estão a preparar este encontro, sentir que fazemos parte do mesmo corpo e que partilhamos da mesma alegria e entusiasmo”, revela.

A peregrinação organizada pelo Comité Organizador Diocesano (COD) de Lamego continuou com a celebração da Eucaristia na Paróquia de Nossa Senhora dos Navegantes, no Parque das Nações, e uma visita à sede da JMJ em Lisboa, na antiga manutenção militar do Beato.

“Fomos carinhosamente recebidos por membros do COD de Lisboa que fizeram uma visita guiada pelo lugar onde todos os detalhes da Jornada Mundial da Juventude estão a ser pensados e planeados. Cerca de duzentas pessoas trabalham diariamente neste espaço onde sabe bem-estar”, desenvolveu a jovem do COP São Cristóvão de Nogueira, na Diocese de Lamego.

Segundo o padre Luís Rafael Azevedo, esta visita ajudou “a ter uma noção real da logística” que é preciso ter no próprio evento, da noção real dos espaços, “deixar o abstrato e passar ao concreto”.

“Os nossos jovens passaram a perceber locais onde as coisas vão acontecer e rostos concretos que estão a preparar. É algo que está de facto no terreno, em muitas mãos e que com este tipo de noção é muito mais fácil para os jovens da nossa diocese puderem compreender melhor aquilo que lhes pedidos nos próximos meses e o que pode ficar depois de uma Jornada Mundial da Juventude”, desenvolveu o também responsável pelo Departamento Diocesano da Pastoral Juvenil de Lamego.

Neste momento, o Departamento da Pastoral de Jovens de Lamego está a organizar o Festival Diocesano da Canção, que vai ter lugar Expo-Salão de Sernancelhe, no dia 20 de novembro.

A XXXVII Jornada Mundial da Juventude é celebrada este ano nas dioceses católicas, a 20 de novembro (solenidade litúrgica de Cristo-Rei, último domingo do ano litúrgico), e a edição internacional, que se vai realizar na capital portuguesa, em Lisboa, decorre de 1 a 6 de agosto de 2023.

CB/PR

Partilhar:
Share