«Seremos o rosto de uma igreja jovem, alegre, na construção de um mundo novo» – D. José Cordeiro

 

Braga, 28 out 2022 (Ecclesia) – O arcebispo de Braga convidou a arquidiocese a “participar ativamente” no acontecimento “único” que é a Jornada Mundial da Juventude 2023, em Lisboa, e nos encontros e iniciativas associadas, a peregrinação dos símbolos e os ‘Dias nas Dioceses’.

“Há pressa no ar, como cantamos, e estamos também convictos que Deus te ama, Cristo salva-te, Ele vive. Juntos seremos o rosto de uma Igreja jovem, alegre, na construção de um mundo novo”, disse D. José Cordeiro, num vídeo divulgado pela Arquidiocese de Braga.

O arcebispo de Braga assinala que estão em dinamismo de preparação da edição internacional da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) em Lisboa, em 2023, e incentiva a que participem “na alegria e na esperança”.

D. José Cordeiro explica que vão participar na JMJ na capital portuguesa, de 1 a 6 de agosto de 2023, mas, antes, recebem a “visita da Cruz e do Ícone mariano”, os dois símbolos deste encontro, no mês de fevereiro, “um momento marcante”, e “jovens de várias partes do mundo”, de 26 a 30 de julho, nos ‘Dias nas Dioceses’, o encontro que decorre nas comunidades cristãs antes da semana da JMJ.

“Quero convidar-vos a todos a participar ativamente neste acontecimento único que nos toca a nós viver.”

«Acolher e cuidar, Braga prepara encontro da juventude», é o título do vídeo preparado pelos Departamentos da Pastoral de Jovens da arquidiocese minhota e pelo Departamento Arquidiocesano para a Comunicação Social onde apresentam também “os recantos e encantos” dos seus 14 arciprestados, os conjuntos de paróquias.

Os 14 arciprestados – Amares, Barcelos, Braga, Cabeceiras de Basto, Celorico de basto, Esposende, Fafe, Guimarães e Vizela, Póvoa de Lanhoso, terras de Bouro, Vieira do Minho, Vila do Conde e Póvoa de Varzim, Vila Nova de Famalicão, Vila Verde – agrupam “551 paróquias que servem aproximadamente 850 mil habitantes”, lê-se no seu sítio online.

CB

Partilhar:
Share