Mais de 18 milhões de indianos já foram infetadas desde o início da pandemia

Lisboa, 30 abr 2021 (Ecclesia) – A Cáritas Indiana lançou um “apelo urgente” à comunidade internacional para ajudar a responder à segunda onda da pandemia Covid-19 que está “a devastar o país”.

Em comunicado enviado à Agência ECCLESIA, a Caritas Internationalis alerta para o grande número de infeções, mais de 300 mil diárias, que têm colocado o sistema de “saúde de rastos”, sem oxigénio nem medicamentos.

“A situação é deveras terrível. As pessoas vão para os hospitais, os hospitais não têm camas e as pessoas morrem. Os profissionais de saúde e voluntários trabalham 24 horas por dia para conseguir manter  a assistência médica”, afirma o padre Paul Moonjely, diretor executivo Caritas Indiana

O responsável pela Cáritas na Índia referiu-se também à saturação de estruturas funerárias, nomeadamente os crematórios, cujos “fornos derreteram devido ao uso excessivo” e as são obrigadas a cremar os corpos em espaços abertos.

O padre Paul Moonjely apela à comunidade internacional para continuar a “apoiar e a rezar” pela Índia, onde já se registaram 18 milhões de casos de Covid-19 desde o início da pandemia.

As ajudas à Cáritas Indiana podem ser enviadas através da Caritas Internationalis nesta ligação

PR

Partilhar:
Share