Frei Hermínio Araújo assume presidência da Fundação «Domus Fraternitas»

Braga, 12 out 2013 (Ecclesia) – O novo presidente da Fundação ‘Domus Fraternitas’, responsável pelo Centro de Acolhimento ‘O Poverello’, em Braga, defendeu uma abordagem aos cuidados paliativos centrada na vida do doente em vez de se focar na morte.

Em texto enviado à Agência ECCLESIA, frei Hermínio Araújo manifesta a “forte convicção da possibilidade do viver saudável até ao fim”.

“Esta é a forte convicção dos que acreditamos na importância dos cuidados paliativos de excelência”, acrescenta.

Frei Hermínio Araújo, franciscano, sucede no cargo a frei José Neves, fundador do centro de cuidados continuados e paliativos.

‘O Poverello’ celebra hoje o Dia Mundial dos Cuidados Paliativos e dá posse aos novos membros dos corpos sociais da instituição.

A celebração deste ano tem como tema ‘Garantir o acesso universal a cuidados paliativos: desfazer mitos’.

“Quanto aos mitos a desfazer, tal como se pode ver também no tema, um dos principais consiste na ligação imediata entre os cuidados paliativos e a morte”, alerta frei Hermínio Araújo, membro de uma equipa de cuidados paliativos há cinco anos,

Segundo o responsável, os profissionais desta área da saúde não estão centrados na morte, mas na vida: “Cuidam a pessoa, no último ciclo da vida, de forma holística, até ao fim”.

“Estes profissionais sabem que é possível viver de forma saudável sempre, ou seja, com qualidade, com intensidade, mesmo em situações de extrema vulnerabilidade”, acrescenta.

OC

Partilhar:
Share