Comissão Episcopal Missão e Nova Evangelização valoriza «mensagem de misericórdia» da iniciativa proposta pelo Papa Francisco para todo o mundo

Lisboa, 12 mar 2021 (Ecclesia) – A Comissão Episcopal Missão e Nova Evangelização (CEMNE) afirma que a iniciativa “24 horas para o Senhor”, entre hoje e amanhã, é uma oportunidade para ser vivida “pessoalmente e em família”, aprofundando a “mensagem de misericórdia”.

“As ‘24 horas para o Senhor’, este ano, até devido às restrições nas Celebrações comunitárias, pode ser uma oportunidade para aprofundar, pessoalmente e em família, a mensagem da misericórdia de Deus e a noção de pecado, a importância da Palavra de Deus e da oração na Confissão, bem como do exame de consciência e da grandeza do dom do Sacramento”, escreve a CEMNE.

No documento em enviado à Agência ECCLESIA sublinha-se que as “24 horas para o Senhor” é assentam em duas iniciativas: “a Adoração Eucarística, pessoal e coletiva, e a Celebração do Sacramento da Reconciliação”.

“Cada cristão e cada comunidade cristã estão sempre desafiados a promover a revitalização e o aprofundamento do culto eucarístico e nele fundamentar a sua vida cristã e a dinâmica pastoral”, afirma a nota da Comissão Episcopal Missão e Nova Evangelização.

O Papa Francisco pede a todas as dioceses que assinalem as “24 horas para o Senhor” na sexta e sábado que precedem o IV Domingo da Quaresma de cada ano.

O Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização publicou subsídios pastorais para a celebração das “24 horas para o Senhor”, este ano sobre o tema “Ele perdoa todas as culpas”.

PR

24 horas para o Senhor

Vaticano: Francisco desafia católicos a procurar sacramento da Reconciliação, sem padres «torturadores»

Partilhar:
Share